Notícias da Zentiva

8 junho 2020    /    Notícias em destaque

Zentiva lança Zeflavon

Lisboa – 1 de junho de 2020 A Doença Venosa Crónica é uma das doenças crónicas mais frequentes na população portuguesa, afetando mais de um terço dos portugueses, maioritariamente mulheres. Os sinais mais alarmantes desta doença verificam-se através das veias dilatadas e dos derrames (varizes e as telangiectasias), contudo, os primeiros sintomas traduzem-se na sensação de cansaço, peso e dores nas pernas, prurido, inchaço dos pés e tornozelos, dormência e cãibras, especialmente durante a noite. Estes podem ser agravados após períodos prolongados em pé e pioram com a temperatura mais elevada e a idade.

Tendo isto em conta, a Zentiva Portugal acaba de lançar no mercado nacional, Zeflavon, um medicamento não sujeito a receita médica, indicado para o tratamento das pernas inchadas, pesadas, com dor ou cãibras noturnas, sintomas associados à Doença Venosa Crónica.

Zeflavon 500mg, atua como tratamento adequado para esta doença, através de Flavonóides micronizados com 450 mg de Diosmina e 50 mg de Hesperidina, que permitem o tratamento dos sintomas e sinais relacionados com a insuficiência venosa. Zeflavon 500 mg reduz a elasticidade e a retenção venosa reforçando a resistência das paredes capilares, proporcionando alívio e bem-estar às pernas.

“A doença venosa deve ser tratada desde os primeiros sinais de evolução e pode ser prevenida eliminando ou evitando, os fatores de risco. Através da toma de dois comprimidos por dia, um de manhã e outro à noite, Zeflavon diminui a sensação de peso, dor e inchaço das pernas de uma forma gradual e trata a insuficiência venosa crónica das extremidades inferiores. Para complementar a sua ação e ter um tratamento eficaz de uma forma mais rápida, os doentes devem praticar exercício físico moderado, como marcha, corrida lenta, andar de bicicleta ou praticar natação e/ou hidroginástica, assim como, massajar as pernas com frequência de forma a aliviar a dor”, afirma Liliana Reis, Marketing & Communication Manager da Zentiva Portugal.

Zeflavon é um medicamento não sujeito a receita médica, e pode ser adquirido nas farmácias portuguesas. PVPRecomendado 16,9€.

 

 

ZEFLAVON 500 mg comprimidos revestidos por película Composição: 500 mg de flavonóides micronizados (contém 450 mg de diosmina e 50 mg de outros flavonóides expressos em hesperidina). Forma Farmacêutica: Comprimido revestido por película, oblongo, cor de laranja-acastanhado e com uma ranhura em ambos os lados. A ranhura destina-se apenas a facilitar a divisão para ajudar a deglutição e não para dividir em doses iguais. Indicações terapêuticas: Zeflavon está indicado em adultos para: Tratamento da insuficiência venosa crónica das extremidades inferiores em casos com os sintomas funcionais seguintes: pernas pesadas e inchaço; dor; cãibras noturnas dos membros inferiores. Tratamento sintomático da crise hemorroidária aguda. Posologia e modo de administração: Insuficiência venosa crónica: A dose habitual é 1 comprimido duas vezes ao dia (a meio do dia e à noite). Na crise hemorroidária: Nos primeiros 4 dias de tratamento a dose diária é de 6 comprimidos (i.e. 3 comprimidos duas vezes ao dia). Nos 3 dias seguintes a dose recomendada é de 4 comprimidos, i.e. 2 comprimidos duas vezes ao dia. Na manutenção do tratamento, a dose diária é de 1 comprimido duas vezes ao dia. População pediátrica: A segurança e eficácia de Zeflavon em crianças e adolescentes com menos de 18 anos de idade não foram ainda estabelecidas. A utilização na população pediátrica não é recomendada. Compromisso hepático e/ou renal: A segurança e eficácia de Zeflavon não foi estudada em doentes com compromisso hepático ou renal. Até à data não existem dados disponíveis que indiquem a necessidade de modificar a dose nestes subgrupos. Idosos: Não é necessário o ajuste da dose. Para uso oral. Os comprimidos devem ser tomados com as refeições. Contraindicações: Hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer excipientes mencionado na secção 6.1 do RCM completo. Advertências e precauções: A utilização deste medicamento no tratamento sintomático da crise hemorroidária aguda não é um substituto para o tratamento específico de outros distúrbios anais. A duração do tratamento deve ser restrita ao período de tempo mínimo, ou seja 15 dias. Se não houver remissão dos sintomas com tratamento a curto prazo, deve ser realizado um exame proctológico e o tratamento deve ser revisto. Relativamente ao tratamento da insuficiência venosa crónica, o efeito mais favorável pode ser assegurado através de um estilo de vida apropriado. Deve ser evitada a exposição prolongada à luz solar, permanecer na posição de pé longos períodos de tempo e o excesso de peso. Caminhar e utilizar meias de compressão pode melhorar a circulação nos membros interiores. Recomenda-se precaução caso a condição do doente se agrave com o tratamento. Esta pode manifestar-se como inflamação da pele, inflamação das veias, endurecimento subcutâneo, dor forte, úlceras de pele ou sintomas atípicos, como inchaço instantâneo de uma ou de ambas as pernas. Zeflavon não é eficaz na redução de inchaço dos membros inferiores causados por doença cardíaca, hepática ou renal. Efeitos indesejáveis: Resumo do perfil de segurança: Foram notificados em ensaios clínicos realizados com flavonóides micronizados efeitos indesejáveis de intensidade moderada, maioritariamente relacionados com perturbações gastrointestinais. Frequentes: náuseas, vómitos, diarreia, dispepsia. Pouco Frequentes: colite. Raros: cefaleia, tonturas, mal-estar, erupção cutânea, prurido, urticária. Desconhecidos: Dor abdominal; edema isolado da face, lábios e pálpebras relacionado com reações de hipersensibilidade, excecionalmente casos de edema de Quincke. A notificação de suspeitas de reações adversas após a autorização do medicamento é importante, poderá fazê-lo diretamente ao INFARMED, I.P.: http://www.infarmed.pt/web/infarmed/submissaoram. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. Baseado no RCM de 10/2019. Medicamento não sujeito a receita médica. Para mais informações contatar o Titular de AIM ou consultar o RCM completo do medicamento. Um produto Zentiva, contactos em www.zentiva.pt. ZENTIVA PORTUGAL, Lda. Alameda Fernão Lopes, Miraflores Premium I, 16 bloco A– 8º piso. 1495-190 Algés. Tel.: (+351) 210 601 360 E-mail: PT-Zentiva@zentiva.com C.R.C Cascais - NIF: 503 103 551 www.zentiva.pt.